Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Oficina Cidacs-Unifacs dá início à colaboração em pesquisas

Parcerias em 23 de outubro de 2018
Evento teve como objetivo buscar linhas de pesquisas semelhantes para cooperações científicas.

A Oficina Cidacs-Unifacs, realizada nesta quinta-feira, dia 18 de outubro, rendeu diversos frutos: os participantes se propuseram a pensar a integração dos trabalhos de georreferenciamento, alinhamento de uso de dados genéticos e também houve a sugestão de criação de um grupo para pesquisar políticas e legislação de dados pessoais.

O evento realizado no auditório do Tecnocentro, das 13h30 às 18h, mostrou o trabalho de diversos pesquisadores do Centro de Integração de Dados e Conhecimento para Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia) e da Universidade Salvador (Unifacs). As instituições encontraram esses pontos para iniciar uma relação de colaboração entre as duas organizações.

A vice-coordenadora do Cidacs, Maria Yury Ichihara, falou sobre os desafios de fazer análises epidemiológicas em tempos de grandes volumes de dados e como os cientistas precisam se adaptar a “essa nova realidade em que um 1% de uma fatia representa 100 mil pessoas”, exemplificou.

O professor de Ciência da Computação da Unifacs Glauco Carneiro enfatizou o quão avançado está o domínio em Big Data no Cidacs. Durante a oficina, a instituição trouxe pesquisas de georreferenciamento de registro de violência, de aparecimentos de doenças na Bahia e bioinformática, temas que também são desenvolvidos no Cidacs.

Apresentações

Entre as apresentações do Cidacs estavam, além da vice-coordenadora, o doutorando do Robespierre Pita, que apresentou o evento, a coordenadora do Núcleo de Produção de Dados (NPD), Samila Sena, a pós-doutoranda, Dandara Ramos, da Coorte de 100 Milhões, o pós doutorando Rafael Veiga, e os integrantes do projeto Salud Urbana em America Latina (Salurbal), Izabel Santos e Anderson Freitas.

Pela Unifacs, estavam os professores Renato Reis, que fez a apresentação “Projeto Qualidade de Vida nos Centros Urbanos”, Joberto Martins trouxe a apresentação “Desafios e Oportunidades no Uso de Tecnologia no Contexto de Saúde Coletiva”. Já Gustavo Oliveira, que também desenvolve pesquisa no Cidacs, apresentou a proposta “Possíveis Colaborações com o programa Direito, Governança e Políticas Públicas” e, por fim, o professor Luis Batista tratou sobre “Bases genéticas da leishmaniose canina: explorando as respostas do hospedeiro”.
Os integrantes dos diferentes grupos irão se reunir, uma data ainda ser definida, para separação de grupos e definição de linhas de pesquisa

NewsletterNovidades Cidacs