Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Cidacs discute mortalidade em pequenas áreas

Dados em 13 de dezembro de 2018
Imagem: Google Maps

A avaliar eventos de saúde em pequenas áreas é um desafio para as pesquisas no Brasil e o Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia) vem construindo estruturas para investigações cada vez mais inovadoras. Nesse sentido, será realizado o Seminário “Estatísticas de Mortalidade para Pequenas Áreas” na segunda e terça-feira, dias 17 e 18 de dezembro, no auditório do Tecnocentro.

O objetivo do evento é avaliar os limites e possibilidades de realizar estatísticas de mortalidade em pequenas áreas. Para isso, haverá apresentações do Cidacs e de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Universidade de Brasília (UnB), do governo do Distrito Federal e do Instituto de Comunicação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT/Fiocruz).

Entre a equipe do Cidacs, haverá apresentação do centro no que tange aos estudos em pequenas áreas feita pelo coordenador do Cidacs, Mauricio Barreto, da vice-coordenadora, Maria Yury Ichihara, dos pós-doutorandos da Coorte de 100 Milhões de Brasileiros, da equipe de Geoprocessamento e o da Plataforma Equidade e Sustentabilidade.

Durante o seminário, além de uma visão geral da construção da Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE), serão apresentados os desafios da pesquisa que está construindo um índice de privação no Brasil – resultado de uma parceria Cidacs e Universidade de Glasgow. Ao final, as explanações visam fazer relações entre os desfechos de saúde em estudos e a observação dos fenômenos em espaços geográficos cada vez menores.

Download
NewsletterNovidades Cidacs